11 de outubro, segunda-feira

Aumento da conta de luz: a revisão das instalações elétricas é uma forma de economizar

O aumento da conta de luz é o grande vilão do momento. Além disso, os brasileiros já enfrentam uma situação não muito favorável em diversos setores do mercado, como aumento de alimentos e gasolina. Sendo assim, o aumento da conta de energia é só mais uma preocupação na soma do mês.

Mas, é possível economizar nesse gasto em específico e nem estamos falando sobre diminuir o consumo de aparelhos elétricos, acredita? Hoje, vamos te provar a importância da manutenção elétrica, assunto que batemos na tecla aqui no blog, e como ela pode ajudar a reduzir o valor final da sua conta de luz!

Como uma revisão pode ajudar na economia de luz

A verdade é que muitas casas, apartamentos e até locais comerciais utilizam de um projeto elétrico que não condiz mais com a necessidade do espaço. Isso porque muitas dessas instalações foram realizadas há alguns anos, quando a necessidade de usar aparelhos elétricos era bem menor.

Sendo assim, o problema mais comum são instalações que se tornam subdimensionadas, ou seja, onde há mais carga do que a estrutura projetada na época pode para aguentar. Com isso, a fiação sofre o famoso aquecimento, por não dar conta da demanda. Portanto, além do gasto desnecessário de energia, ainda há outros riscos piores, como incêndios.

Segundo uma matéria da AECweb, é possível conseguir uma economia de até 10% na conta de luz ao fazer a manutenção adequada da fiação.

Na prática, o que trocar ou ajustar na revisão

É bem comum que na revisão, o profissional perceba a necessidade de substituição de produtos já velhos e desgastados, por novos. Por tabela, os recursos mais atuais apresentam menores índices de perdas, e assim o aproveitamento da energia é mais eficiente.

Por outro lado, na revisão também é analisado os tipos de lâmpadas, motores e outros recursos que estão sendo usados no ambiente. Por exemplo, a implementação de LEDs é uma forma de economia, assim como a instalação de motores de alto rendimento, com inversores de frequência.

Lembra que falamos dos 10% de economia? Bem, acontece que a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), comentou que se a revisão das instalações elétricas forem somadas a revisão de lâmpadas e motores, a economia pode chegar em 30% na conta!

Além da economia, organização e praticidade

Como você viu, além de garantir maior segurança, as revisões promovem a troca de componentes antigos e também a instalação de recursos mais modernos e econômicos. Só que ainda tem mais: a manutenção também é momento de organizar toda a parte elétrica do ambiente e levar praticidade ao local.

Por exemplo: pensando em nossas soluções (as canaletas de alumínio), a revisão é um momento para organizar, inclusive, sua fiação externa. Além de deixar o ambiente visualmente melhor, também é um bônus na segurança do local.

Canaletas DUTOTEC em um escritório.

Na foto, a fiação está organizada e segura com as nossas canaletas da linha Standard. Para conhecer essa e outras opções, clique na imagem!

Como se faz uma revisão

O profissional faz a revisão em algumas etapas, são elas:

  • Análise do quadro de distribuição: verifica-se o número de circuitos existentes e se esta quantidade atende às necessidades do local.
  • Inspeção de cabos, interruptores, tomadas e disjuntores: verifica-se todos os componentes do sistema e, se for o caso, efetua-se a troca de materiais antigos e/ou desgastados pela perda da qualidade original;
  • Mapeamento dos produtos para troca: identifica-se tudo o que precisa ser trocado, incluindo peças pequenas, como parafusos, emendas e outros.
  • Ensaios: é a parte dos testes, para garantir que as mudanças feitas estão ocorrendo bem.

Lembrando que para os locais em que as instalações são de baixa tensão, a Norma que deve ser seguida é a ABNT NBR 5410. Por outro lado, se for média tensão, é a ABNT NBR 14039.

Conclusão

Em suma, o potencial de uma revisão é identificar se há o que chamamos de “fuga de energia”, principal causa do excesso de gastos e aumento na conta de luz. Além disso, fazer a troca de componentes antigos e materiais deteriorados por soluções mais atuais e econômicas.

E, de bônus, ter mais segurança, organização e praticidade em todos os ambientes de uso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *