16 de agosto, segunda-feira

NBR 14136: o que é a padronização de tomadas e plugues?

Nós falamos muito sobre os tipos de canaletas que temos para organizar fios e cabos, levando mais segurança para qualquer ambiente, além de outras vantagens. E isso não é à toa: a má organização de qualquer componente elétrico pode elevar as chances de acidentes. Foi pensando nisso, também, que a NBR 14136 foi criada!

Conheça os motivos da NBR 14136 existir, qual o seu objetivo, desde quando ela está em vigor e toda a questão de segurança garantida no uso de aparelhos elétricos.

O que é a NBR 14136?

A NBR 14136 é uma Norma que surgiu para padronizar plugues e tomadas no Brasil e parar com a “desorganização” que tínhamos por aqui, com a venda de mais de oito diferentes tipos de tomadas e plugues.

Ou seja, sempre que o consumidor comprava um aparelho novo, precisava recorrer a um adaptador para utilizá-lo. Além disso, os produtos importados não vinham com uma padronização para o Brasil, pois não havia a exigência.

Certo, mas o que essa “desorganização” de adaptadores e tomadas pode causar? No caso, o perigo de causar sobrecarga na rede elétrica, além de acidentes como choques elétricos e até incêndios. Por isso, a NBR 14136 tem como objetivo a padronização de plugues e tomadas para levar mais segurança para o consumidor, inclusive.

Porém, uma curiosidade: você pode até achar que a Norma ABNT NBR 14136 é nova, mas saiba que não é!

Isso porque esse padrão existe desde 1998, a diferença é que na época ele não era uma exigência do Inmetro, que de fato regularizou o uso apenas nos anos 2000. Ainda, levou mais alguns anos de adaptação ao novo padrão até que fosse proibido, de fato, a venda de tomadas com qualquer outra configuração que não siga a Norma.

Por que um terceiro pino na tomada?

Bom, com o padrão definido, o permitido hoje é apenas o uso de dois tipos plugues: o de 10A e o de 20A.

E dentro desse padrão, algo que mudou bastante na aparência das tomadas e dos plugues é a adição de um terceiro pino. Ou seja, um pino é para a fase, o outro para o neutro (ou segunda fase) e o terceiro pino é para o aterramento elétrico, também chamado de pino terra.

E o motivo de ter um terceiro pino nada mais é do que garantir mais segurança ao consumidor. Isso porque ele evita um curto-circuito, o que pode causar choque em uma pessoa durante o uso de um aparelho, por exemplo. Por outro lado, também foi uma medida para diminuir as possibilidades de um aparelho elétrico queimar.

👉 Importante: o terceiro pino só garante essa segurança a mais se o imóvel em questão possuir aterramento. E, claro, quando for este o caso, é importante que as tomadas e plugues estejam padronizados para que a segurança que o aterramento traz funcione 100%.

Conclusão

Como seguimos todas as NBRs de Instalações Elétricas, é por isso que nossas soluções também estão de acordo com a NBR 14136 e nossos plugues e tomadas estão disponíveis das opções 10A e 20A, com os três pinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *