5 de abril, segunda-feira

Segurança do trabalho na eletricidade: principais cuidados para adotar

homem arrumando eletricidade na parede

Freepik

A segurança do trabalho na eletricidade é um assunto bastante recorrente e que precisa ter a devida atenção. Atualmente, há várias soluções que impossibilitam a ocorrência de danos e demais malefícios com os trabalhadores e as máquinas.

No entanto, ainda há os que não querem adotar as medidas corretas e esquecem de agir de maneira preventiva. Essa visão precisa ser mudada, afinal, certos riscos podem ser irreparáveis e ninguém deseja passar por situações difíceis ao saber que existem alternativas para evitar tais consequências.

Nos tópicos abaixo você terá a oportunidade de enriquecer sua percepção sobre esse tema.
Consequentemente, verá alguns cuidados que devem ser adotados na prestação de serviços!

Os riscos mais comuns em instalações elétricas

Quem trabalha em um projeto na área de construção civil sabe o quanto é importante desenvolver um bom serviço nas instalações elétricas. Afinal, não se deve ofertar um resultado cheio de erros que podem colocar em risco até a própria vida de um morador e dos frequentadores de um local.

Entre os problemas comuns com o público final, podemos citar a ocasião em que um locador ou locatário realiza a instalação elétrica sem ajuda de um profissional especializado. Fora isso, há também o uso de materiais de pouca qualidade, o descuido com a fiação e outros pontos que podem ser evitados, quando se contrata alguém com experiência.

Contudo, queremos focar nos cuidados nas instalações elétricas que o próprio trabalhador desse ramo precisa adotar para garantir a segurança do trabalho na eletricidade. Portanto, é necessário se atentar aos riscos de choques elétricos, o arco voltaico e também a possibilidade de queimaduras e lesões na ausência dos equipamentos corretos e da qualificação profissional.

Os descasos mais frequentes

Um dos erros que precisam ser evitados é a ausência do EPI (Equipamento de Proteção Individual). No que lhe concerne, ele ajuda a manter a integridade física do profissional e faz com que ele não fique exposto a riscos que coloquem a saúde dele em jogo. Por exemplo, contaminações e acidentes em diferentes partes do corpo.

Outro descaso é o mau uso dos instrumentos de medidas elétricas. É interessante que todo trabalhador faça bom uso do alicate amperímetro, multímetro, terrômetro e outras ferramentas importantes que conduzem processos seguros na hora avaliação de grandezas.

Fora isso, há também trabalhos que apresentam sobrecarga de disjuntores, fios e cabos desbotados e, principalmente, uma equipe com colaboradores que não receberam um treinamento eficiente e adequado para realizar as funções que foram incumbidos.

Em suma, é necessário sempre agir profissionalmente e nunca deixar a qualidade dos seus serviços em segundo plano.

Os parâmetros mais utilizados

Para garantir a segurança do trabalho na eletricidade, é necessário a adoção de boas práticas e também normas de padronização do serviço. Com base neles, o profissional que conduz um projeto dessa grandeza, terá diretrizes que ajudam a padronizar processos e a garantir a presença da qualidade em todas as etapas do projeto.

Por isso, é muito importante que o gerente e toda a equipe estejam sempre em busca de conhecimento. Afinal, é por meio dele que conhecemos as tendências de mercado e qualificamos a prestação dos serviços. Em resumo, é interessante estar aberto para o novo e encarar as mudanças como forma de melhorar as suas vantagens competitivas no mercado.

Durante a leitura deste artigo você conheceu os principais cuidados a serem adotados na segurança do trabalho na eletricidade. Portanto, foque no seu diferencial competitivo e sempre busque enriquecer sua gestão.

Quer entender melhor essas normas de padronização? Então, não deixe de conferir nosso artigo sobre NBR de instalações elétricas: conheça as principais Normas ABNT para eletricistas.

2 respostas para “Segurança do trabalho na eletricidade: principais cuidados para adotar”

  1. Elizete disse:

    Gostaria de saber onde consigo comprar no Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *